онлайн займы на карту срочно

Como prevenir emergências na aviação: A necessidade de melhorar o ensino de idiomas

Two pilots in airplane cockpit

A Voxy tem um enorme interesse em desenvolver mais programas para preencher as lacunas no ensino de inglês para a indústria da aviação. Nossa metodologia baseada em tarefas está centrada em atividades significativas para preparar os alunos para situações da vida real, incluindo protocolos de prevenção e regulamentos para garantir a segurança de voo. Quando o ensino de idiomas utiliza programas ultrapassados, os alunos ficam mal preparados, especialmente no caso de uma emergência. Abaixo, vamos falar de uma tragédia que até hoje angustia os que trabalham na aviação e mostrar como um ensino de idiomas eficiente pode prevenir esse tipo de problema no futuro.

Tragédia no ar
Se você perguntar a qualquer piloto que voa ao aeroporto JFK, em Nova Iorque, com certeza ele vai dizer que lidar com os controladores de tráfego aéreo daquela cidade é algo intimidante. Normalmente, quem diz isso são pilotos experientes e falantes nativos de inglês, e eles têm boas razões para pensar assim. O espaço aéreo de Nova Iorque é um dos mais transitados do mundo. Agora, imagine que o seu idioma nativo não é inglês e que você e a sua equipe precisam se comunicar com um nova-iorquino impaciente e que fala muito rápido na torre de controle. Isso pode ser a receita para um desastre.

Foi exatamente esse cenário fatídico que culminou no acidente do Voo 52 da Avianca, de Bogotá a Nova Iorque em 1990. Devido a condições climáticas desfavoráveis, a aeronave permaneceu no circuito de espera, impedida de aterrissar por mais de uma hora porque não recebia permissão, apesar do nível de combustível do avião estar perigosamente baixo. De maneira profissional, apesar do estado crítico, a tripulação do voo da Avianca tentou se comunicar da melhor maneira possível com a equipe no aeroporto. Infelizmente, de acordo com as transcrições, a tripulação falhou na hora de usar a terminologia correta, sendo incapazes de transmitir a urgência da situação e, mais especificamente, sem mencionar nenhuma vez a palavra “emergência”. Por fim, a equipe de controladores de voo do JFK não deu a devida atenção ao pedido de socorro e, alguns momentos depois, o avião caiu, matando 73 das 158 pessoas a bordo. Depois disso, o Departamento Nacional de Segurança dos Transportes determinou que o acidente da Avianca aconteceu como resultado da incapacidade da tripulação de comunicar adequadamente a situação de emergência de combustível.

Esse acidente poderia ter sido evitado. Mas, infelizmente, histórias como essa não são casos isolados.

Aumento no tráfego aéreo e problemas com idiomas
Outra organização de aviação, a Associação Internacional de Transportes Aéreos (IATA, na sigla em inglês), lançou uma previsão de passageiros para os próximos vinte anos, projetando o tráfego aéreo de 2018 até 2038. A previsão da IATA aponta quais são os mercados em ascensão que terão um aumento no tráfego aéreo de passageiros. No caso da América Latina, o Brasil e o México lideram a lista desses mercados. Agora, mais do que nunca, é importante que todos na indústria da aviação pensem nas necessidades específicas dos seus funcionários na hora de aprender inglês e em quais são as lacunas no idioma que precisam ser preenchidas. Apesar de ainda ser somente uma recomendação da Organização Internacional de Aviação Civil (ICAO, na sigla em inglês), o “inglês para aviação” é o único idioma aceito no mundo todo para os pilotos que trabalham na aviação civil. Mas a necessidade de um ensino de idioma com conteúdos específicos para a indústria da aviação continua existindo. O ensino de inglês para os outros membros da tripulação é igualmente importante e deveria ser uma exigência. Implementar um programa mais eficiente para o ensino de inglês ajudará os funcionários a se comunicarem melhor e, em última análise, pode salvar vidas.

20 Year Airlines Forecast Image

Levando em consideração as emergências aéreas que podem acontecer, a Voxy conhece bem quais são as lacunas no idioma que persistem nessa indústria. A habilidade de se comunicar bem em uma situação de emergência é indispensável. Além de oferecer ensino de idioma, a Voxy também tem experiência na colaboração com empresas para integrar seus conteúdos (manuais, livros-texto e muito mais) a aulas específicas para seus funcionários. Agora é a hora, e não depois, de evitar que ocorra uma catástrofe aérea por causa de barreiras linguísticas.

Tem interesse em saber mais sobre como a Voxy pode ajudar a sua equipe a prevenir e estar preparada para situações de emergência graças à aprendizado de inglês? Fale conosco para conhecer o nosso potencial de integração de conteúdos e muito mais.